OU

Recuperar password

Introduza o seu email em baixo. Um email ser-lhe-á enviado com instruções para criar uma nova password.

Acidentes rodoviários fizeram 2750 mortos em 2016

10 de Junho de 2017 • 169 Visualizações

Os números da sinistralidade rodoviária em Angola continuam a ser preocupante. No primeiro trimestre do ano, e segundo dados revelados hoje em Luanda pela Direção Nacional de Viação e Trânsito (DNVT) os acidentes provocaram a morte de seis pessoas por dia nas estradas do país.

De acordo com esses mesmos dados, entre janeiro e março foram contabilizados um total de 2.225 acidentes rodoviários, uma diminuição de 389 face ao mesmo período do ano passado. De aí foram contabilizadas 569 mortes e 2.589 feridos, alguns em estado grave.

Os principais motivos são, primeiramente a imprudência dos condutores, mas não só. O mau estado das estradas, o consumo de álcool e o excesso de velocidade são alguns dos motivos apontados pelas autoridades para estes números tão preocupantes. A sinistralidade rodoviária é a segunda causa de morte em Angola, depois da malária.
 

Prevenção é a solução
Helena Vaz de Almeida, a administradora municipal adjunta para a área política e Social das comunidades, salientou a necessidade de se introduzir no sistema de ensino e aprendizagem uma disciplina sobre a sinistralidade rodoviária, para educar os mais jovens. A Direcção Municipal de Transportes, Tráfego e Mobilidade considera fundamental adoptar métodos e comportamentos que corrijam determinados comportamentos relativos à sinistralidade.


Helena Vaz de Almeida informou que actualmente, em consequência dos acidentes de viação, morrem em média, no país, mais de duas mil pessoas, dos quais, mais de cinquenta por cento são cidadãos com idades dos quinze aos 35 anos.Ainda segundo a administradora a sinistralidade rodoviária afeta o desenvolvimento de um país e a sua estabilidade social, sendo os acidentes considerados a segunda causa de mortes. “Todos devem unir forças e mecanismos para se travar a guerra existente nas estradas do país”, reforçou.


Angelino Sarrote, super intendente chefe de Viação e Trânsito de Viana, falou sobre o tema “O Papel e a importância da família na segurança e prevenção rodoviária”. Segundo Sarrote é necessário mudar as atitudes e comportamentos para inverter a situação que se vive nas estradas angolanas. Além deste, serão realizados outros encontros do género nas demais comunas e distritos urbanos locais até ao dia 24 deste mês.

 

Anúncios mais recentes

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER

Por favor insira o seu e-mail para receber a newsletter com a oferta diária.
O AngoCarro é o maior site de compra e venda de carros de Angola. Oferecemos um mercado automóvel online seguro, rápido, eficiente e fácil de utilizar, que já é a principal referência na venda de carros em Angola.  Aqui, poderá encontrar não só carros usados em Angola, mas também carros novos, das principais marcas automóveis, como Hyundai, Kia, Toyota, Mitsubishi, Suzuki, Nissan, e muitas outras.  Além dos diversos tipos de automóveis: ligeiros, carrinhas, comerciais, SUV ou Jipes, aqui também é possível comprar e vender motos. Quem quer comprar ou vender carros em Angola, escolhe o AngoCarro.
Angocarro